Páginas

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

A semente que tira a fome

Busquei esta notícia no site globo.com. O amaranto reduz a vontade de comer, principalmente à noite, segundo pesquisas. Uma maravilha, não? Leia:


"Há mais de 60 espécies de amaranto. Um deles já é estudado por pesquisadores da Unicamp há mais de oito anos. E os estudos já descobriram que na composição química, o amaranto se assemelha a uma combinação muito conhecida pelo o brasileiro... O arroz com feijão. É isso mesmo: do feijão.
Ele tem a proteína, na concentração de 14% (no feijão é 23%). Do arroz, ele tem os aminoácidos. Moléculas orgânicas que não são fabricados pelo nosso organismo e essenciais para o nosso corpo. As pesquisas revelaram ainda que o amaranto é um alimento funcional. Os pesquisadores usaram os grãos na dieta de voluntários que apresentam, pelo menos, três fatores de risco à saúde. Todos tinham elevação da pressão arterial, colesterol e resistência à insulina. Eles passaram a consumir 30 gramas do grão por dia. No fim de um mês, todos apresentaram redução nos índices medidos e também apresentaram melhora no funcionamento do intestino.No Brasil, há poucos pontos de venda do amaranto. Ele geralmente é encontrado em lojas especializadas em produtos naturais, na forma de grãos, flocos e farinha. Pode ser cozido como qualquer cereal ou misturado a outros alimentos, em qualquer refeição do dia.A nutricionista Mitzi Trabbold nos ajudou a montar um cardápio especial. O suco de frutas foi enriquecido com duas colheres de farinha de amaranto. A sopa de legumes levou grãos amaranto.Já a metade da farinha de mesa usada para fazer a farofa foi substituída por flocos de amaranto e além de deixar a alimentação mais nutritiva, o grão não interfere no sabor dos alimentos e o melhor, segundo Mitzi, é que não há contra indicações para o consumo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário